Mudança climática deve obrigar a cultivar café cada vez em maior altitude

Posted by | Agronegócio, Mercado, Tendências | 0 |

Plantações são obrigadas a serem levadas a lugares mais altos devido a mudanças climáticas

A mudança climática que afeta o mundo obrigará em poucos anos a cultivar o café de boa qualidade a uns 300 metros a mais acima do que é cultivado agora, disse o diretor executivo da Associação Coordenadora Indígena e Camponesa Agroflorestal Comunitária da América Central (ACICAFOC), Alberto Chinchilla.

“O impacto da mudança climática mudará as formas de todos os cultivos e no ano de 2030, para obter café de boa qualidade, terá que subir as fazendas em 300 metros acima do que estão agora”.

Ele disse também que a mudança climática “mudará os cenários da produção” e, para isso, deve-se preparar todos os produtores agrícolas e pecuaristas. “Se não se prepararem todos por igual, o impacto será muito forte”, disse Chinchilla, que na semana passada participou em Tegucigalpa do Fórum de Mudança Climática e Cenários Socioeconômicos Futuros para guiar planos regionais de adaptação agrícola de pequenos produtores de Honduras.

O Fórum foi realizado pela ACICAFOC, da Universidade para a Cooperação Internacional (UCI) e pela Unidade de Agroambiente, Mudança Climática e Gestão de Riscos da Secretaria de Agricultura e Pecuária (SAG) de Honduras.

Da jornada, participaram pequenos produtores de café e cacau de Belize, El Salvador, Honduras, Nicarágua, República Dominicana e Panamá, que expuseram sobre os efeitos da mudança climática que estão sofrendo em seu país.

“É necessário conscientizar e preparar as pessoas no território, no campo, em que os produtores devem saber manejar a situação, que se há seca, não sobrevivem”, disse Chinchilla.

Ele disse que o fórum teve como objetivo dar informações aos produtores sobre o que acontecerá com o cacau e o café no futuro.

A reportagem é da EFEverde / Tradução por Juliana Santin

Fonte: Café Point


Deixar uma Resposta